Tendências : Como tornar seu restaurante Vegan Friendly

Seja Vegan Friendly! O veganismo nunca esteve tão em alta como hoje. A busca por uma alimentação mais saudável e que também preze ao respeito à vida animal vem ganhando espaço em todo o mundo e até mesmo a FAO, braço da Organização das Nações Unidas decidiu ajudar na empreitada e declara 2016 como o “Ano das Leguminosas”.

O termo vegan friendly quer dizer “vegano amigável” (em tradução livre) e diz respeito a lugares, marcas e até mesmo pessoas que oferecem opções de alimentos veganos para a comunidade. Não é preciso que você se torne um restaurante apenas para veganos, mas que inclua em seu cardápio opções de alimentação de base vegetal, que conquistam o público que está cada vez mais antenado com a procedência do alimento que come e com o consumo, criação e abate de animais em todo o mundo.

Se tiver pelo menos duas opções de entradas, duas de pratos quentes e duas de sobremesas veganas os vegetarianas poderá divulgar para seus clientes que esta atento a este público. O mais importante é que a comunicação seja clara, transparente e de confiança. Se o prato é vegetariano ou vegano tenha certeza que seu cozinheiro não utilizou caldo de carne na produção deste, por exemplo.

No cardápio deixe o mais claro possível quais são as opções para este publico

Coloque um selo de VEGANO ou VEGETARIANO ao lado do nome do prato. Se seu restaurante for Buffet coloque também ao lado do nome do prato um selo de VEGANO ou VEGETARIANO e ainda coloque o nome em letras verdes.

Informe nas redes sociais, sites e maillings que seu restaurante oferece pratos vegetarianos ou veganos e cative este publico também.

Muito além da comida, um restaurante com esse selo também preciso ter em mente de que se torna um ambiente bem mais consciente ecologicamente. Isso quer dizer que além de montar um cardápio sem carne, ovos e derivados de leite, o local também terá que ficar atento ao seu consumo diário de água, implementando maneiras de se tornar mais econômico. Pode ser com modelos econômicos de torneiras e descargas, estar atenta a vazão das torneiras, entre outros.

O lixo também deve ser reciclado e a maioria dos vegetais aproveitados ao máximo nos pratos elaborados para esse tipo de público.

Além disso, a procedência dos alimentos é essencial, todos precisam ter selos de qualidade e os legumes e frutas devem ser preferencialmente orgânicos e livres dos nocivos agrotóxicos.

A busca por uma profissional especializada na área de nutrição vegana também te ajudará não apenas na montagem do cardápio, mas a entender como funciona a comida vegana, como você deve preparar os alimentos e quais tipos de pratos pode incluir no cardápio para atrair um número cada vez maior de pessoas.

A transição nem sempre é fácil, mas é preciso termos em mente que os ambientes Vegan Friendly vão além de uma tendência mundial que atualmente chega ao Brasil. Eles são zonas de consumo consciente e um modo de mostrar ao mercado que é possível obter sucesso e abranger uma fatia muito maior de clientes.

google-site-verification: googleaed134325b032829.html

banner post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *